domingo, 19 de março de 2017

A ORIGEM DO MUNDO

Quero a puta quero a puta”
Como um ritimo a porta,bate
O desejo do menino poeta
E ela arregaça  a vulva ao sorriso
E ei um sono profundo
No calor primal 
Cor descomunal

Na origem do mundo.

T.V///junqueira